Living by faith

A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ E PAZ COM DEUS-JUSTIFICADOS, POIS, MEDIANTE A FÉ, TEMOS PAZ COM DEUS POR MEIO DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO;POR INTERMÉDIO DE QUEM OBTIVEMOS IGUALMENTE ACESSO, PELA FÉ, A ESTA GRAÇA NA QUAL ESTAMOS FIRMES;E GLORIAMO-NOS NA ESPERANÇA DA GLÓRIA DE DEUS. (Rm.5.1-2) NÃO HÁ ARRECADAÇÃO FINANCEIRA EM NOME DESTE BLOG. APÓS A LEITURA DOS ARTIGOS, APENAS EXPONHO O NÚMERO DAS CONTAS BANCÁRIAS DE AGÊNCIAS DE MISSÕES E MISSIONÁRIOS PARA QUE VOCÊ CONTRIBUA COM AMOR, SE ASSIM DESEJAR!

Por que não realocamos cristãos perseguidos em outros países?A Portas Abertas entende que, apesar da perseguição, a comunidade precisa da Igreja; de outro modo, “como ouvirão, se não houver quem pregue?” (Rm 10.14). Se a Igreja for encorajada a sair para países mais seguros, seus compatriotas não terão a chance de conhecer e ver Jesus na vida do seu povo

Sua vez_4.jpg
O foco do ministério da Portas Abertas é fortalecer a Igreja onde ela se encontra, a fim de que seja sal e luz em sua sociedade. Por isso, todos os nossos esforços e recursos são aplicados em levar até a Igreja Perseguida itens de que necessita; em ministrar cursos bíblicos para que resista à oposição ou para que não tenha de ir até outro continente para obter uma formação teológica; em criar formas de os cristãos perseguidos terem sustento em sua própria comunidade, abençoando-a também com seu trabalho.

Mesmo em situações difíceis, como acontece atualmente na Síria, e como aconteceu com o Iraque durante os anos mais duros da guerra, procuramos trabalhar de modo a fortalecer aqueles que optassem por não fugir do conflito. Assim, foram instituídos até atendimentos psicológicos para os que passaram por experiências de trauma.
Exceções
Nesses 58 anos de ministério, há pouquíssimos casos de pessoas que foram resgatadas de seus países e alocadas em outras nações. Em todos os casos, os indivíduos corriam risco de morrer.

O caso mais conhecido é da
cristã eritreia Helen Berhane. Após três anos e meio presa em condições subumanas, Helen foi transferida a um hospital para tratar os ferimentos graves de suas pernas, coluna, nuca e cabeça. A cristã recebeu permissão dos médicos para voltar para casa, mas depois de ser ameaçada, a única solução que pareceu viável seria fugir do país. Assim, Helen fugiu para países africanos, chegando por fim na Dinamarca, onde obteve asilo político.

Texto retirado da seção “Sua vez”, da revista Portas Abertas, edição de junho de 2013. Você pode participar enviando sua sugestão para o e-mail falecom@portasabertas.org.br.
FonteRevista Portas Abertas
Fonte:http://www.portasabertas.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS EM NOME DO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO!!!

O SEU COMENTÁRIO, É MUITO IMPORTANTE PARA APERFEIÇOAR ESTE BLOG...TINA DE JESUS - ERNESTINA P. REIS...

Postagens populares; Aqui você encontra as postagens mais lidas de cada mês, Seja bem vindo(a)

link-me: ajude-me divulgar trabalho de Missionários(as) e agências de Missões do Brasil e no Mundo