Living by faith

A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ E PAZ COM DEUS-JUSTIFICADOS, POIS, MEDIANTE A FÉ, TEMOS PAZ COM DEUS POR MEIO DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO;POR INTERMÉDIO DE QUEM OBTIVEMOS IGUALMENTE ACESSO, PELA FÉ, A ESTA GRAÇA NA QUAL ESTAMOS FIRMES;E GLORIAMO-NOS NA ESPERANÇA DA GLÓRIA DE DEUS. (Rm.5.1-2) NÃO HÁ ARRECADAÇÃO FINANCEIRA EM NOME DESTE BLOG. APÓS A LEITURA DOS ARTIGOS, APENAS EXPONHO O NÚMERO DAS CONTAS BANCÁRIAS DE AGÊNCIAS DE MISSÕES E MISSIONÁRIOS PARA QUE VOCÊ CONTRIBUA COM AMOR, SE ASSIM DESEJAR!

10 motivos para participar de um impacto missionário nas férias

Fonte:do Veredas Missionárias 
Ricardo Silva – Ricco

1. Obedecer a Deus
Pregar o evangelho é uma obrigação, não é opcional. Quando você participa de um impacto missionário você se envolve em um projeto de anúncio da Palavra do Senhor. Nos impactos missionários a grande maioria das atividades estão relacionadas com o evangelismo. Você fala de Jesus de maneira direta entregando um folheto, fazendo um teatro ou abrindo a Bíblia e pregando, e também prega indiretamente participando de um projeto com esportes, saúde ou reformas e construções.

2. Servir ao próximo
Amar a Deus e amar o próximo são coisas fundamentais na vida de um cristão. Em um impacto missionário você tem a oportunidade de servir as pessoas, ajudá-las, aconselhar, ensinar, estar junto. Eu percebo que aqui na Bolívia muitas crianças e jovens se alegram apenas de receber os brasileiros, independente do que vão fazer. As pessoas gostam de estar com o grupo, conversar, contar sua vida, tirar fotos. Estar junto é uma maneira de servir, mas não esqueça que ainda pode fazer bastante por elas. E faça!

3. Tempo disponível
A maioria das pessoas reclama que não tem tempo para fazer a obra de Deus, muitas estão dizendo a verdade. Você pode aproveitar as férias para viajar e servir ao Senhor por uns dias dentro de todos os dias que tem livre. Nem todos tem a mesma quantidade de dias disponíveis nas férias, mas tente encaixar em parte deste tempo uma viagem de impacto missionário. Este tempo que você tem nas férias pode ser a única oportunidade de tempo livre do ano.

4. Conectar-se a pessoas e conhecer culturas
Esse é um dos motivos mais legais. Você vai conhecer pessoas que pensam diferente de você, que tem uma visão de mundo diferente da sua, que tem crenças que você nunca ouviu falar, e lógico, muitos comportamentos para você serão estranhos. E dependendo para onde for sua viagem, comportamentos muito estranhos. Essa mescla de crença, pensamento e comportamento formam a cultura local. Aproveite para aprender e vivenciar tudo aquilo puder, coma algo diferente, observe e ouça as pessoas, dê uma oportunidade para sua cabeça pensar diferente por alguns dias. Sem contar que na equipe que viaja você também vai conhecer melhor os amigos e fazer novas amizades. Uma dica importante é não apenas conhecer as pessoas, mas se conectar-se a elas, faça amizades de verdade, se importe com seus problemas, não atue como um repórter fazendo só um monte de perguntas, se envolva com as pessoas e deixe elas se envolver com você.

5. Treinar outros idiomas
Aqui na Bolívia, nos impactos de férias, você terá oportunidade de treinar o espanhol e o inglês. O espanhol com o povo local e o inglês com uma família de missionários americanos que moram aqui e atuam junto a Expedição Mochila. Nada melhor que falar e ouvir outro idioma fora da sala de aula e dos livros didáticos, você aprende melhor, aperfeiçoa e ganha fluência.

6. Sair (um pouco) do conforto de sua casa
No impacto missionário você estará fora do conforto de casa, e isso é ótimo! Você pode dormir em colchonete, comer uma comida diferente, tomar banho mais rápido, dividir seu espaço com outras pessoas, não ter uma farmácia ou lanchonete por perto. São coisas que, talvez, você não esta acostumado a viver. É ótimo sair um pouco de sua rotina, pois você não terá apenas um desconforto que não está acostumado, mas também saíra de uma rotina que muitas vezes esta te estressando e você nem percebeu.

7. Aprender a trabalhar em equipe
No impacto missionário cada atividade demanda várias tarefas, e ai entra a divisão das funções na equipe. Uns são bons com trabalhos manuais e outros com a pregação, o trabalho de alguns aparece e o de outro ninguém vê, uma habilidade completa a outra, e assim a equipe vai trabalhando junto. É bom aprender a dividir, ouvir, esperar, ser contrariado, colaborar, tudo isso faz parte do trabalho em equipe.

8. Apoiar os missionários e obreiros locais
Esse é um ponto importantíssimo do impacto missionário. Claro que estamos pensando nas pessoas que vamos evangelizar, no povo local, na cultura. Mas os missionários e obreiros locais também precisam de apoio, amizade, um ombro pra chorar e um amigo para orar. Inclua no sua agenda e nas suas tarefas um tempo com os missionários e obreiros locais. Como missionário local eu te digo que é legal alguém perguntar sobre o trabalho, se importar, fazer um compromisso de oração, sair pra comer uma salteña junto e trocar ideias. E aqui na Bolívia a salteña é uma delícia!

9. Pode ser o começo de uma vida missionária
Hoje eu estou com minha família no campo missionário aqui na Bolívia, viemos e ficamos. Mas nós, eu e a Lari, começamos com viagens de impacto de 15 ou dez dias. E confesso que em minha primeira viagem de impacto missionário eu não tinha ainda a noção de meu chamado e nem da decisão que viria anos depois. Deus foi formando em nós um coração missionário pelo estudo da Palavra e em muitas situações de nossas vidas, com certeza as viagens de impacto tem um importância especial nesse processo de nos tornarmos missionários. Venha para um impacto de alguns dias, mas deixe Deus trabalhar em sua vida por um longo tempo, pela Palavra e pelas situações. E no impacto missionário preste atenção não só no trabalho que Deus esta fazendo com os outros através de suas mãos, mas como Deus esta trabalhando em seu próprio coração.

10. Aprender que a ética e as regras também são coisas importantes para missões
O último motivo é uma dica de comportamento e alguns cuidados nos impactos missionários. Infelizmente muitas pessoas pensam que por vir ajudar de forma voluntária, estar pagando, e ser algo nas férias, não existem regras e pode fazer o que quiser. Isso é o motivo de alguns obreiros não desejarem receber um impactos missionários de férias em seu campo de trabalho. Esteja mais preocupado com as pessoas e os eventos do que em tirar fotos e filmar as pessoas e os eventos. Entenda que seu trabalho é temporário e respeite os obreiros e missionários do local, sua opinião é bem vinda, mas a visão de quem esta no local é mais apurada e de longo prazo. Cuidado com as críticas, comentários e piadas sobre as diferenças culturais, especialmente sobre as pessoas, seus hábitos e sua comida (algo que pode ser nojento para você é o “arroz com feijão” de um local). E por último, mas não menos importante, cuidado com o “estilo” neo-pentecostal da igreja de onde você vem, observe o estilo dos missionários e obreiros locais e pergunte antes de sair (supostamente) profetizando para as pessoas, orando em língua estranha e outros costumes mais exagerados e estapafúrdios.

Existem outros bons motivos para uma viagem de impacto missionário, escreva o seu ai nos comentários. Se tiver dicas ou alertas, comente também.
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * 
Participe dos impactos missionários de férias com a Expedição Mochila, sempre temos viagens em Janeiro e Julho. Próxima viagem:
Bolívia: viagem missionária de impacto, 7 a 28 de Janeiro de 2013
Em Janeiro de 2013 teremos uma viagem de impacto a Bolívia. Será de 7 a 28 de Janeiro e vamos realizar atividades como: Escola Bíblica de Férias, oficina de esportes, mutirão de reforma na base missionária, evangelismo ao ar livre, evangelismo em tribo indígena e pastoral carcerária.

Ricardo Silva – Ricco
Coordenador EM e missionário na Bolívia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS EM NOME DO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO!!!

O SEU COMENTÁRIO, É MUITO IMPORTANTE PARA APERFEIÇOAR ESTE BLOG...TINA DE JESUS - ERNESTINA P. REIS...

Postagens populares; Aqui você encontra as postagens mais lidas de cada mês, Seja bem vindo(a)

link-me: ajude-me divulgar trabalho de Missionários(as) e agências de Missões do Brasil e no Mundo