Living by faith - 生活因信 Shēnghuó yīn xìn

A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ E PAZ COM DEUS-JUSTIFICADOS, POIS, MEDIANTE A FÉ, TEMOS PAZ COM DEUS POR MEIO DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO;POR INTERMÉDIO DE QUEM OBTIVEMOS IGUALMENTE ACESSO, PELA FÉ, A ESTA GRAÇA NA QUAL ESTAMOS FIRMES;E GLORIAMO-NOS NA ESPERANÇA DA GLÓRIA DE DEUS. (Rm.5.1-2) NÃO HÁ ARRECADAÇÃO FINANCEIRA EM NOME DESTE BLOG. APÓS A LEITURA DOS ARTIGOS, APENAS EXPONHO O NÚMERO DAS CONTAS BANCÁRIAS DE AGÊNCIAS DE MISSÕES E MISSIONÁRIOS PARA QUE VOCÊ CONTRIBUA COM AMOR, SE ASSIM DESEJAR!

Fofocas em nome de Jesus, amém!

Fofocas em nome de Jesus, amém!:
Eu tenho visto amigos e suas famílias sofrerem uma dor incalculável por causa do incrível poder da fofoca e da calúnia. Como e porque um boato começou é sempre uma incógnita! Imagine o dano feito por julgamentos cruéis sobre a vida e o caráter dos outros.

Neste artigo, eu gostaria de olhar este problema de frente. Minha esperança é aumentar a consciência dos meus irmãos e irmãs em Cristo sobre este assunto, para que todos nós possamos seguir melhor os ensinamentos do Evangelho a respeito de nosso discurso sobre as ações dos outros.

O que é exatamente uma fofoca?

Fofoca é a informação de segunda ou terceira mão jogada sobre alguém sem o seu consentimento prévio. A fofoca pode ser verdadeira, parcialmente verdadeira ou completamente falsa. Ela pode ser motivada por boas intenções, mas é sempre uma informação negativa sobre a pessoa, e isso quase sempre, vai colocar essa pessoa em maus lençóis.

O que é calúnia?

A Bíblia define como calúnia o discurso acusatório que é prejudicial para o nome da pessoa e para a sua reputação. É essencialmente um assassinato de caráter... É o ato de manchar alguém.

Pessoas que fazem fofocas ou calúnias

Um componente importante sobre as pessoas que fazem fofocas ou calúnias é que geralmente, elas evitam falar diretamente com as pessoas envolvidas, preferem falar de alguém pelas costas e não diretamente para os envolvidos.

Outro ponto importante sobre as pessoas caluniadoras e fofoqueiras é que elas sempre têm a falsa intenção de “ajudar”. Quase sempre o comentário é: “só estou tentando ajudar”. Na verdade os fofoqueiros e caluniadores precisam de um álibi para os outros e para eles mesmos. Algo que lhes dê a “sensação” de aprovação, um sentimento de estarem fazendo a coisa certa para aliviar o peso na consciência.

Muitas pessoas, ingenuamente, espalham boatos sem perceber que tipo de destruição estão trazendo na vida dos outros.

Como agir?

Eu criei um padrão em minha vida: Sempre avalio as pessoas com base na minha experiência de primeira mão com elas, não no que alguém me diz sobre elas - pela razão óbvia de que as informações de segunda mão podem ser muito enganosas e imprecisas.

Outro padrão que eu resolvi adotar é jamais falar de alguém que não esteja presente no momento. Se falarmos de alguém para outras pessoas podemos exaltar suas qualidades e não seus problemas ou seus defeitos. Qualquer coisa diferente disso está um passo de ser fofoca ou calúnia.

Jesus e as fofocas

Fofocas e difamações violam a máxima do próprio Senhor Jesus: “Trate os outros como você gostaria de ser tratado” - Lucas 6:31. Se alguém sofreu a agonia de ser alvo de alguma fofoca, vai entender a força dessas palavras. Ninguém quer ser o assunto de fofocas e calúnias. Há poucas coisas tão dolorosas quanto isso. Então, se não queremos ser alvos de fofocas e calúnias, porque iremos fazer isso aos outros? Agindo assim estamos indo contra o que Jesus nos disse pra fazermos.

Um dos problemas é que a fofoca e a calúnia parecem inocentes e muitas vezes elas vêm de forma sutil e generosa. Novamente, a divulgação de informações negativas ou vergonhosas sobre outra pessoa, é contrária ao andar e viver em amor. O amor “não pensa mal” e “considera o melhor dos outros” - 1 Coríntios 13.

Os fofoqueiros e caluniadores profissionais usam “o amor” como defesa para o seu pecado de fofoca, dizem eles: “Estou lhe avisando sobre tal pessoas porque eu amo você e não quero ver você mal”. A grande verdade é que, quando se ama realmente, a gente pode aconselhar ou instruir a pessoa em amor.

Quem faz fofoca e calúnia geralmente começa com algo como: “Você já ouviu falar de tal e tal pessoa? Já ouviu falar o que essa pessoa fez?” – Isso coloca o indivíduo em uma luz vergonhosa e negativa. A.W. Tozer tinha uma palavra poderosa sobre o pecado da fofoca:

“Nunca fale nada sobre qualquer outra pessoa que vai magoá-la.” - A.W. Tozer

A Bíblia diz:

“O amor cobre uma multidão de pecados.” - 1 Pedro 4:8.

Quem ama não expõe o seu irmão ou amigo à vergonha, mas coloca ele em um lugar de amor e graça.
O fofoqueiro não tem lugar no favor de Deus. Se você sabe algo que vai dificultar ou prejudicar a reputação de uma pessoa, enterre isso para sempre. Encontre um pequeno jardim nos fundos - e quando alguém chegar com uma história sobre uma pessoa, pegue essa história e enterre-a dizendo: “Aqui jaz em paz a história sobre meu irmão.” Deus vai cuidar disso. “Com a mesma medida que você julgar, você também será julgado”. – Marcos 4:27.

Se você deseja que Deus seja bom para você, você vai ter que ser bom com seus irmãos. Você recebe a graça para o reino de Deus e isso é um favor imerecido, mas depois que você está sentado na mesa do Pai, Ele espera lhe ensinar boas maneiras à mesa. A etiqueta da mesa do reino de Deus é que você não conte histórias sobre o irmão que está sentado à mesa com você - não importa qual seja os seus defeitos, no reino de Deus não tem lugar para fofoqueiros e caluniadores, porque Deus não lhe instituiu juiz sobre o seu irmão.

O que fazer quando ouvimos um boato sobre alguém?

Se estamos conversando entre amigos e as pessoas começam a expressar palavras que colocam alguém em uma luz negativa, temos a responsabilidade de interromper o discurso e pedir que isso seja falado diretamente para a pessoa que estão criticando.

Se um e-mail contendo fofocas é enviado para nós, devemos ignorar o conteúdo e pedir ao remetente para ir direto conversar com quem é o assunto da fofoca. Devemos enfrentar esses discursos que espalham o mal e a difamação alheia com graça e amor. Pense nisso: o amor trata os outros como queremos ser tratados.

Sempre que ouvimos fofocas devemos considerar as seguintes perguntas: “Será que eu quero que alguém fale de mim assim? Como a minha família se sentiria sobre isso? Minha esposa, minha mãe, meu pai, meus filhos, meu marido, meus melhores amigos, meu namorado, meu chefe... Como eles se sentiriam ao ouvirem isso de mim?” - Estes pensamentos nunca são considerados quando alguém ouve ou espalha fofocas sobre outra pessoa.

Você já notou que o discurso negativo sobre os outros anda muito rápido? Porém as notícias de arrependimento e restauração de caráter parecem mover-se em ritmo muito lento.

Nós abraçamos as avaliações negativas sobre as pessoas, mas não abraçamos a sua restauração. Sentimos prazer em ver nosso irmão e amigo sentindo-se derrotado e humilhado perante os outros. Sentimos prazer em vê-lo caído porque não o amamos de verdade, e se o amor não é verdadeiro estamos mentindo quando dissemos amar a Deus. – “Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.” – 1 João 4:20.

Se andarmos em Cristo, devemos hesitar nas palavras negativas sobre os outros, e ser rápidos para nos alegrarmos nas notícias de um arrependimento e restauração de caráter.

A natureza de Satanás é acusar. Na verdade a palavra “Satanás” significa adversário e a palavra “diabo” significa literalmente “o caluniador” ou “o acusador”. Isso deve dizer alguma coisa para nós.

Além disso, a nossa união com Cristo certamente deve nos dar motivo para ter grande cuidado com as nossas palavras sobre outros. Paulo diz em Romanos 14:15, “Se o seu irmão se entristece devido ao que você come, você já não está agindo por amor. Por causa da sua comida, não destrua seu irmão, por quem Cristo morreu.”

Uma leitura cuidadosa da Bíblia revela a natureza destrutiva das fofocas e calúnias. Ela diz: “As palavras do caluniador são como petiscos deliciosos; descem até o íntimo do homem.” - Provérbios 18:08. Fofoca é semelhante ao veneno, ela não pode sair de seu sistema e sempre separa as pessoas. Mesmo os amigos íntimos e queridos são separados pelas fofocas e calúnias. Relacionamentos são quebrados, vidas são perdidas e muitas vezes jamais voltam a se encontrarem.

Engana-se quem pensa que a fofoca só prejudica quem é alvo dela. Considere os textos:

“Quem esconde o ódio tem lábios mentirosos, e quem espalha calúnia é tolo.” - Provérbios 10:18.

“Não caluniem a ninguém, sejam pacíficos e amáveis e mostrem sempre verdadeira mansidão para com todos os homens.” - Tito 3:2.

“Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão, fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está se colocando como juiz. Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo?” - Tiago 4:11-12.

“Nenhuma palavra infame saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.” – Efésios 4:29.

“A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto.” - Provérbios 18:21.

“Mas se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, cuidado para não se destruírem mutuamente.” – Gálatas 5:15.

“Assim também, a língua é um fogo; é um mundo de iniqüidade. Colocada entre os membros do nosso corpo, contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno.” - Tiago 3:6.

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.” - Efésios 4:31.

“Uma pessoa perversa provoca dissensão, e o que espalha boatos afasta bons amigos.” - Provérbios 16:28.

Em conclusão, da próxima vez que você ouvir um boato, vá para a pessoa que está sendo acusada e fale com ela. Nunca espalhe algo negativo sobre alguém. Tenha uma mente aberta para ouvir o coração das pessoas, não julgue. Na busca da edificação mútua e da paz, nossa boca desempenha um papel muito importante. Nossas palavras devem ser cuidadosamente escolhidas e destinadas a construir, não para destruir. Esteja sempre pronto para dizer uma palavra boa sobre as pessoas. No reino humano, as palavras são frequentemente uma faísca que levam às guerras e às atrocidades, mas no reino de Deus as palavras precisam ser geradoras de vida, paz e alegria.



Fonte: Sóli Limberger em Buscai o Reino
--------------------------------------


Add to Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS EM NOME DO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO!!!

O SEU COMENTÁRIO, É MUITO IMPORTANTE PARA APERFEIÇOAR ESTE BLOG...TINA DE JESUS - ERNESTINA P. REIS...

Postagens populares; Aqui você encontra as postagens mais lidas de cada mês, Seja bem vindo(a)

link-me: ajude-me divulgar trabalho de Missionários(as) e agências de Missões do Brasil e no Mundo